Se lembrarão e se voltarão…

“Todos os confins da terra se lembrarão e se voltarão para o Senhor, e todas as famílias das nações se prostrarão diante dele, pois do Senhor é o reino; ele governa as nações”. Salmos 22:27-28 NVI
\"\"“Considere como o Espírito Santo pode agir no cristão independentemente das circunstâncias externas. Que brilhante luz pode brilhar dentro de nós quando está realmente escuro lá fora!” Ch. Spurgeon


Com Jesus em Oração: “Deus nos encoraja a trazer diante dele as nossas petições. Todavia, ainda que a eficácia de nossas orações dependa exclusivamente dos méritos de Cristo, Deus nos ensina em sua Palavra que há determinadas atitudes nos que oram que fazem com que Ele não atenda estas orações, como brigas entre irmãos, mundanismo e egoísmo, tratar mal a esposa, pecados ocultos, incredulidade e dúvidas, falta de perdão a quem nos ofende, hipocrisia, vãs repetições, entre outras coisas. Por outro lado, se nossas orações são respondidas, isto não se deve à nossa santidade, mas à graça de Deus mediante Jesus Cristo, que nos habilita a viver de forma agradável a Ele, e ao fato de que as orações, por esta mesma graça, foram feitas de acordo com a vontade de Deus” Augustus Nicodemus.


\"\"– Normalidade? Muitos se perguntam quando a vida voltará ao normal, mas a dura realidade é que o normal, como você o percebia, com certeza não haverá mais. Uma nova “normalidade” governará nossas vidas. Temos que orar pelas autoridades nos diferentes países sobre como administrarão as medidas nas diferentes fases ao tentar reiniciar as atividades. Acima de tudo, devemos continuar discernindo os tempos, escutando Deus e, muito intencionalmente, pedindo sabedoria a Ele, assim como o apóstolo nos lembra em Tiago 1:5.


\"\"– Orando com urgência. Ainda que estejamos vivendo em tempos de pandemia, temos que observar que há muitos que ainda não conhecem Jesus, ainda não tiveram a oportunidade de ouvir sobre ele. O Ramadã vai começar e aqui apresento a você 50 milhões de pessoas que vivem no Afeganistão e no Paquistão. São os Pashtunes; não têm esperança, não conhecem a Cristo, são muçulmanos devotos e vivem em conflito permanente. Pode-se dizer com certeza que há uma urgência de alguém que se ponha na brecha por este povo.


\"\"– Violência doméstica. O lar não é um local seguro para muitas vítimas de violência doméstica durante esta pandemia. Recentemente a ONU pediu a alguns países que providenciassem medidas alternativas para esses casos de confinamento. Convido você a orar, já que grande parte da violência de gênero opera no silêncio e na impunidade. Oremos a Deus por intervenção divina em todos os lares. Oremos contra o medo, a ansiedade da quarentena, que em muitos casos é fruto da tensão econômica. Oremos por paz para cada lar.


\"\"

Ramadã. Como podemos orar? Centenas de milhares de cristãos em todo o mundo se unem durante os próximos 30 dias para orar pelos muçulmanos. Para que, como fez Jesus em João 17:20-23, o corpo de Cristo seja levado à unidade e que o mundo conheça o amor de Cristo.

 


– Sufismo na Turquia

\"\"O sufismo se estende por muitas partes do mundo islâmico. Enfatiza o aspecto interno e espiritual da fé muçulmana. Buscam uma conexão divina através da meditação. O objetivo final de um sufi é empreender uma viagem para se libertar das coisas deste mundo e se concentrar no amor de Deus. Ore para que os sufis encontrem em Jesus a conexão divina que estão buscando.


Nubios no Egito e Sudão

\"\"99% dos 2 milhões de núbios seguem o islamismo sunita. No entanto, muitos são atraídos pelo sufismo, já que tentam experimentar Deus mais profundamente. Isso os torna mais receptivos ao evangelho. Uma alta taxa de desemprego tem levado milhares de homens núbios aos estados do Golfo e à Arábia Saudita como trabalhadores para sustentar suas famílias. Ore Atos 22:14-15.

Carrinho de compras