Orando pelas Nações

“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra” 2 Crônicas 7:14

“Orem pelos que ainda precisam ter acesso ao Evangelho, [e] orem uns pelos outros. Seremos mais eficazes quando unirmos nossos corações na oração”.


Com Jesus em Oração: Quando oramos, alinhamos nossos corações com seu verdadeiro descanso. Crescemos para desfrutar da proximidade com Cristo, porque Ele é manso e humilde de coração. Sem essa verdade, porém, não há descanso. O caos continua, as guerras se intensificam e não há saída. Somente através de Jesus temos essa esperança.


– Oremos por nossas nações. Pela crise que vivem nossos países na América Latina, que nossas igrejas sejam despertadas em tempos de dificuldades, de escassez, de guerras internas. Oremos para que o poder do Espírito Santo, esse Poder sobre o qual lemos no livro de Atos, seja derramado uma vez mais sobre o Corpo de Cristo. Que a Luz de Cristo se manifeste em cada uma de nossas cidades, em cada nação e faça retroceder toda a escuridão invasora.


– Na Coreia do Norte, uma nação fechada e hermética, calcula-se que apenas 1% da população é cristã. Isso representa umas 400 mil pessoas em um país de 26 milhões. Lá o Estado é a maior fonte de perseguição. O simples fato de possuir uma Bíblia é motivo de prisão e, por isso, ser cristão na Coreia do Norte é estar constantemente à beira da extinção. A obra de Deus, porém, é maior que qualquer plano para esmagar os seguidores de Jesus. Mantenha-se em oração por essa nação, que continua na posição nº 1 da Lista Mundial de Perseguição.


– Em um mundo orgulhoso e dividido, Cristo chama seu povo para estender a mão acima das diferenças linguísticas, culturais e de preconceitos. Esse é um poderoso sinal da ação de Deus. Como Jesus orou a seu Pai: “Manifestei o teu nome aos homens que me deste do mundo […] que sejam aperfeiçoados na unidade, para que o mundo conheça que tu me enviaste e os amaste, como também amaste a mim” (João 17:6, 23). A unidade é vital para cumprir a Grande Comissão. Oremos para que cada um de nós se esforce “diligentemente por preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz” (Efésios 4:3).


Sogwo Arig na China

Os Sogwo Arig são uma tribo mongol, com uma população de 49 mil pessoas, que vive em inumeráveis pequenos clãs tibetanos em um dos lugares mais remotos do mundo. São seguidores do budismo tibetano, escondidos em comunidades praticamente inacessíveis ao mundo exterior, e não foram tocados pelo cristianismo. Ore para que discípulos superem as diferentes condições adversas para poder chegar aos Sogwo Arig. Ore por sinais e maravilhas entre eles e avanços de multiplicação de discípulos e igrejas nas casas.


Chadong na China

Os Chadong vivem na Região Autônoma Zhuang de Guangxi (China). São uma população de 23 mil pessoas e têm sua própria língua, cultura e tradições. Os Chadong têm um forte sentimento de identidade de grupo. A religião animista forma parte da identidade dos Chadong. Eles precisam colocar sua esperança e identidade no Rei dos reis e Senhor dos senhores. Oremos para obreiros irem ao povo Chadong, que seus corações estejam prontos para receber seu salvador. Ore por famílias de crentes amando e servindo a outros para que cresçam igrejas que se reproduzam.